Emojis nas Redes Sociais: Devem as empresas utilizar?

Emojis artigo

Partilhar

Emojis fazem parte do dia-a-dia online: sejam mensagens ou e-mail não há como evitar a sua popularidade. Sendo a sua utilidade inquestionável resta perguntar: O uso de emojis é apropriado para empresas? A resposta não é tão linear como a pergunta, no entanto existe algumas “regras” que se podem seguir enquanto negócio.

Para utilizar emojis é muito importante de manter-se em linha com a marca a ser comunicada. Cada marca deve de estabelecer um tom de comunicação e seguir-se pelo mesmo, sendo para tal indispensável conhecer a sua audiência.

Ou seja, trata-se mais da devida implementação dos emojis para estar em linha com a comunicação. Um exemplo prático negativo seria o governo português comunicar sobre um tópico sensível, como os incêndios florestais em Portugal e utilizar um emoji de fogo na sua comunicação.

A quantidade de emojis também é bastante importante. A excessiva utilização pode ser negativamente interpretada e facilmente associada a anúncios e spam, sendo prejudicial para a imagem da marca.

Por outro lado, também é possível tirar pontos positivos da utilização de emojis, nomeadamente, a facilidade das marcas humanizarem a sua comunicação, demonstrando sentimentos com que as audiências se podem identificar. É possível exprimir com um simples emoji o tom da mensagem, sentimentos inerentes e podem até ser grandes aliados em humor para as marcas (tudo dentro das suas doses corretas).

Portanto, para responder à questão inicial, sim, emojis podem ser utilizados pelas empresas para comunicação em redes sociais, no entanto, existem várias caraterísticas que devem de ser geridas de forma a poder comunicar da forma correta para públicos diferentes.

Tens medo de gerir estes aspetos nas tuas redes sociais? Na Pelican Bay oferecemos serviço de gestão de redes sociais para te ajudar a tirar este peso de cima, melhorando a tua comunicação e implementando as “regras” acima! ☝️

OUTROS ARTIGOS DO BLOG